Guia de queijos: tudo que você precisa saber sobre

Guia de queijos: tudo que você precisa saber sobre

Nhamm, queijo é tudo de bom né? E o melhor: vai bem com tudo! Na massa, no pão, puro com um vinho… Mas antes de cozinhar, você às vezes deve se perguntar: “qual queijo eu uso?”. Bom, estamos aqui para sanar suas dúvidas. Trouxemos um guia definitivo de queijos para você ficar por dentro do assunto na hora de cozinhar e servir um bom queijo.

Queijo, o início: como é feito?

Bom, você já deve saber que o queijo é um derivado do leite. Mas além do leite de vaca, nós temos queijos derivados de leite de cabra, búfala e até mesmo de ovelha. Assim sendo, já temos diferentes tipos de queijo por causa disso.

Mas além disso, existem os fatores climáticos e ambientais que influenciam na produção do leite e também na produção do queijo, além de fatores como um bom pasto e a raça do animal.

O leite também influencia em como o queijo vai ser. Se o leite é integral ou desnatado, além do leite não pasteurizado. Além disso, também observa-se a quantidade de água expelida pelo queijo, analisando assim o tipo de casca, mofo e maciez do alimento!

Mas como é feito o queijo? Basicamente, é retirado a água do leite através do processo de coagulação do que chamamos de soro do leite, que contém a lactose e algumas proteínas. “Sobra” então a proteína caseína. 

Vamos aos tipos de queijos? 

Frescos

Os queijos frescos são aqueles que logo após a coagulação do leite já estão prontos para consumo. Exemplos desse tipo de queijo são o coalho e o minas frescal. 

Maturados

São os queijos que na receita é adicionado fermento de bactérias que adicionam sabor ou aroma. Quanto mais tempo as bactérias precisam para maturar, mais forte é o gosto do queijo. Exemplos de queijos maturados são o gouda e o provolone.

Quanto à maciez dos queijos

Outra maneira de classificar os tipos de queijo é em relação à maciez dele. Há quatro tipos:

Macios: 

São queijos mais macios, que vão desde o requeijão e o cream cheese até mussarela e ricota.

Semi-macios:

São queijos cujo interior é macio com casca fina ou sem casca, com alto teor de umidade, como os queijos “azuis”, o gorgonzola e o roquefort.

Semi-duros:

Com teor de umidade mais baixo, são mais consistentes, como o cheddar inglês e o gouda.

Duros:

São queijos cuja maturação é de maior tempo para que haja pouca umidade. O principal representante é o queijo parmesão.

Quanto à casca do queijo

Casca florida:

É uma casca formada quando se adiciona o fungo comestível Penicillium candidum, que se desenvolve com umidade. São queijos como o brie.

Casca lavada:

É formada durante a cura do queijo, que é o ponto de maturação dele. A casca é geralmente amarela ou vermelha. Para evitar mofo indesejado, é comum lavar o queijo com água, salmoura, vinho ou outra bebida alcóolica. São queijos como taleggio e quartirolo lombardo.

Casca natural:

Casca formada sem intervenção de agentes exteriores. Com o tempo, a casca costuma ficar mais grossa que as cascas lavada e florida. São queijos como o gorgonzola.

Agora que você já sabe mais sobre queijos, que tal ler nosso artigo sobre vinhos e montar uma noite de queijos e vinhos digno de especialista? E os ingredientes você já sabe, você encontra no ASP!

queijo

Horários de funcionamento

Loja Jd. Paraíso

SEG. À SÁB.: 07:00 - 22:00

DOM.: 07:00 - 20:00

Loja São Marcos

SEG. À SÁB.: 07:00 - 22:00

DOM.: 07:00 - 20:00

Loja Vinhedo

SEG. À SÁB.: 07:00 - 21:00

DOM.: 07:00 - 20:00



HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Loja Jd. Paraíso

SEG. À SÁB.: 07:00 - 22:00

DOM.: 07:00 - 18:00

Loja São Marcos

SEG. À SÁB.: 07:00 - 22:00

DOM.: 07:00 - 20:00

Loja Vinhedo

SEG. À SÁB.: 07:00 - 21:00

DOM.: 07:00 - 18:00

Este site é protegido por reCAPTCHA e as Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.





© COPYRIGHT 2021 | ASP Supermercados - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Semeia Propaganda